domingo, junho 02, 2013

O ERRADO É QUE ESTÁ CERTO?



Por Atilio Coelho

            O cinema as vezes nos brinda com filmes que nos propõe a uma reflexão. Peguemos como exemplos, ficções como 1984 (de Eric Arthur Blair ou George Orwell), Fahrenheit 451 (de Ray Bradbury)  e V de Vingança (de Alan Moore e David), ambos possuem ao menos um ponto em comum, eles focam um estado totalitário, onde televisores são utilizados como instrumento de persuasão dos cidadãos. Em 1984 o televisor tinha a dupla função de transmitir propagandas do estado, como também observar as ações dos telespectadores. Em Fahrenheit, uma família é identificada e perseguida por não possuir uma antena de TV, demonstrando que seriam diferentes/rebeldes dos demais cidadãos, a mesma situação também ocorre em “V” de Vingança.
              Por estranha coincidência, de fato a TV é atualmente a principal diversão da população, que permanece por muito tempo diante daquele aparelho que se utilizando de raios azuis na direção do espectador (observe um televisor – do vizinho - operando a distância), os fazendo permanecer como que hipnotizados aguardando uma próxima atração, pois proporciona entretenimento e portanto, os faz não refletir sobre os principais problemas de suas realidades, até porque, todo o conteúdo apresentado já foi criteriosamente estudado, não permitindo que temas não interessantes aos dominantes sejam por ela veiculados.


          Já em filmes mais recentes como Avatar, de James Cameron e mais recentemente Oblivion, de Joseph Kosinski, os personagens principais a principio acreditam estar atuando em boas causas, mas posteriormente acabam entendendo que foram enganados, que a realidade é bem diferente do que acreditavam. Em Avatar, uma empresa chega a lua Pandora para explorar determinado minério, mas para isso teria de destruir uma civilização ali existente. Para alguns o filme é uma crítica a ação de países considerados imperialistas. De fato James Cameron foi criticado pela direita norte americana por entenderem que o filme seria uma critica velada a ação dos EUA sobre outras nações na defesa de seus interesses políticos e econômicos. Aqui poderíamos de fato lembrar diversas ações sobre outras nações que acabaram se envolvendo em guerras, quase sempre tendo como pano de fundo interesses econômicos como o que ocorre no Afeganistão. Já o filme Oblivion, protagonizado pelo ator Tom Cruise, onde seu personagem atua contra “rebeldes” que sabotariam o projeto dos sobreviventes terrestres que já teriam partido para uma lua de Júpiter pelo fato de terem tido uma guerra contra alienígenas, causando a destruição do planeta, e para isso teriam de retirar a água do oceano para conduzi-la ao novo habitat, como em Avatar que em dado momento aquele personagem é levado a saber que foi enganado e que está lutando do lado errado. Em Oblivion há um diálogo muito importante em que o líder rebelde Malcom Beech, protagonizado por Morgan Freeman faz a Jack Haper (Ton Cruise) a seguinte pergunta: “alguma vez você já viu algum rebelde? Olhe ao seu redor, não somos alienígenas, mas humanos como você”. Em outro momento ele descobre que ao menos ele não era quem pensava ser, e nem mesmo sua companheira, e que na verdade estava não protegendo, mas destruindo o que ainda restava de sua própria espécie humana.

            Bem, tudo isso também tem a ver com  a Ufologia. Ufólogos são em essência batalhadores pela revelação de uma realidade que está ao nosso redor, mas que por alguma razão é severamente ocultada da população. Governos argumentam que a população não está preparada para a verdade, outros afirmam que tais revelações destruiriam a religião entre outros argumentos, mas tais alegações não são verdadeiras, pois índios e caboclos a séculos convivem com seres de outras realidades, apenas respeitando  limites zonais, evitando entrar em determinadas regiões tidas como malditas ou perigosas. Chegamos a apresentar neste blog um documentário sobre uma caverna do estado do Mato Grosso, no qual um índio evita avançar sobre determinado ponto da caverna, alegando ser domínio de seres que habitam seu interior.
RELIGIÃO X A VERDADE
               Quanto a religião, o Vaticano já admitiu acanhadamente sobre a possibilidade de vida fora do planeta e que provavelmente alienígenas  também possam ser considerados filhos de Deus. O Judaísmo talvez seja a religião mais avançada neste aspecto, onde seus textos básicos estão repletos de relações com outros seres e suas conseqüências, como é o caso do capítulo 6 do livro do Gênesis em que as mulheres terrestres se relacionaram com aqueles vindos do céu  resultando numa geração de seres diferentes, chamados de gigantes. Mas isto não foi um mito ou um fato isolado, pois há relatos sobre estes homens  em diversos continentes e povos, como no nordeste brasileiro, e também entre os índios hopi nos Estados Unidos. Em ambos os casos, inclusive na Bíblia (Torá), tais “gigantes” foram caçados e mortos. Pelo menos é o que nos conta tradições hopi, eles perseguiram aqueles homens estranhos, os encurralando dentro de uma caverna e depois atearam fogo em sua entrada para os sufocar e portanto os matar. A alguns anos atrás, cientistas atentos aqueles mitos foram a tal caverna e de fato encontraram as ossadas de homens bastante altos cujos crânios ainda se encontram guardados nas salas de um museu para análise. No caso brasileiro, as ossadas encontradas foram encaminhadas para estudos e museus europeus.

A AÇÃO DA MIDIA SOBRE DESINFORMAÇÃO
            Mas voltemos aos heróis que acabam sendo enganados e lutando do lado errado. Desinformação é o que mais prolifera na mídia e internet. Aliás a mídia quase sempre “informa” sobre tais conflitos, sob a ótica ou interesse daqueles que os sustenta.  Um ótimo instrumento de persuasão que leva as massas ao engano e a pensarem de acordo com os interesses daquelas mesmas elites. Peguemos um exemplo clássico do que ocorreu com a missão Viking I da NASA, quando em 25 de julho de 1976 aquele objeto varrendo áreas do hemisfério norte marciano, onde encontraram aquele rosto na região de Cidônya e que posteriormente a mídia criminosamente veio a público informando que houve um engano causado pelo efeito de luz e sombra, e que na verdade se tratara de um morro, uma elevação. Cientistas na época chegaram a se demitirem alegando que o governo escondia a verdade da população. O pesquisador Zacharia Sitchin, então consultor da Nasa chegou a publicar em seu livro, O Genesis Revisitado, cópia da foto original –do rosto - e seu número oficial, (confira as fotos e números originais neste post) além de outras fotos que comprovaram que a superfície marciana guardava diversos resquícios de edifícios e construções, apresentando formas geométricas perfeitas e que nunca poderiam se tratar de obra dos ventos marcianos. Na referida foto do “rosto”, há também três formas piramidais que estariam alinhadas as Pleiades, a exemplo do que ocorre com as famosas pirâmides de Gize no Egito, e também a pirâmides do México. Mas infelizmente a resposta destes cientistas e estudiosos fica sempre aquém da propaganda infeliz da mídia oficial, que procura a qualquer custo afastar a verdade do público. Não é a toa que diversos jornalistas representantes da mídia oficial tentam a qualquer custo calar os blogs, porque tais instrumentos fogem ao controle, vindo a passar informações não desejadas.
Veja Rosto ao centro e pirâmide acima-Foto da VikingI obtida em 07/76 número original da NASA 76-H-593/17384
 

 
Foto original do Rosto - numero original NASA 070-A-13


A INVERSÃO DOS VALORES – tecnologia nociva aos humanos

            Então fica a pergunta, e o que diriam aqueles heróis daqueles filmes ao pensarem que nossa humanidade tem sido envenenada a partir dos alimentos, e que estão destruindo boa parte da diversidade genética dos alimentos naturais, a partir de uma determinada industria? Sim agora falamos dos alimentos transgênicos que já povoam as prateleiras dos supermercados e se fosse levado a crivo as leis deste país que obriga o fabricante a indicar com um “T” dentro de um triângulo, que significa que aquele alimento contém quantidade significante de alimento genéticamente modificado (ver ilustração abaixo).
 

Símbolo de alimento que contém produto genéticamente modificado - Transgênico

 

Houve muita luta, inclusive com participação do Núcleo Tron para a inserção de um símbolo de identificação nos rótulos dos produtos genéticamente modificados

 Na década de 90, agricultores franceses chegaram a atacar e destruir plantação da Monsanto, alegando que a empresa pretendia escravizá-los, obrigando-os a adquirir suas sementes caso queiram continuar no ramo agrícola. Então segundo eles, as sementes que passariam a ser vendidas, produziriam apenas para aquela safra, obrigando-os a adquirir novas sementes caso quisessem continuar. Explicando, hoje podemos pegar um feijão, ou a semente de uma fruta, enterrá-la na terra e depois de algum tempo ela germinará. Isso já não aconteceria mais segundo as alegações daqueles agricultores franceses. De fato, há hoje no mercado frutas até sem sementes. Assim como há promessas de frutas que conteriam determinados elementos ou ingredientes que atuariam como remédios para determinadas doenças. Isso é bom? Mas e as matrizes naturais, ficariam nas mãos de determinada empresa? E se houver qualquer ocorrência que venha a destruir as sementes originais dos legumes, e frutas? Certamente morreríamos de fome. Mas isso não ocorrerá porque já decidiram –ONU e cientistas- de que você passará a se alimentar de insetos a partir da década de 50, mais precisamente 2053. Retornando, cientistas já alertaram sobre tais alimentos, e  afirmaram que não há qualquer demonstração científica que o consumo a longo prazo pelos humanos não venha a causar dano a saúde. Alguns chegaram inclusive a alertar sobre uma possível alteração na sequencia do DNA. O Movimento dos Sem Terra ( http://www.mst.org.br/taxonomy/term/335 ), que também chegou a destruir diversos experimentos com transgênicos da EMBRAPA -órgão do governo de pesquisa sobre agricultura e pecuária, que estavam situados no estado do Rio Grande do Sul-  possui um ótimo documentário sobre este tema ( http://www.armazemmemoria.com.br/cdroms/videotecas/MST/00ArmazemMemoria/Tema/08_videos/127.html ), já apresentado em diversas mostras e inclusive na TV, delatando diversos aspectos nocivos desta tecnologia, e relatos de agricultores que reclamam que insetos e pássaros avançam intensivamente sobre suas plantações – naturais-, já que estes evitam as vizinhas plantações transgênicas.   
           Junto a esse coquetel, juntemos o forno de microondas, já proibido em alguns países. Para não prolongar, peguemos apenas um exemplo, lembremos da experiência que foi feita com alguns vasos de plantas. Alguns deles regados com água fervida num fogão a gás e outros com água fervida em fornos de microondas. O resultado foi que os vegetais daqueles vasos regados a água fervida em microndas acabaram morrendo rápidamente ( veja link no final deste post), o que comprova que tal tecnologia pode ser nociva também ao homem.
            Vejam quantas pessoas doentes nos dias de hoje. Nem mesmo os planos de saúde suportam a demanda, laboratórios e consultórios médicos abarrotados.  Boa parte destas pessoas dependentes de remédios que lhes são prescritos indefinidamente, como de uso contínuo. Quantas delas são curadas? Ou o objetivo destes laboratórios é o de manter boa parte de humanos dependentes de suas drogas, indefinidamente?
            Tudo isso seria obra de uma elite que despreza e condena o futuro de sua própria espécie humana, assim como de nosso planeta? Ou estaríamos, submetidos a uma ordem, enganados como ocorreu com aqueles heróis daqueles filmes? Na realidade, quem tenta provar que não é como querem nos forçar a crer, muitas vezes acabam mortos.
           Não, isso não é roteiro de algum filme de terror ou ficção, em que demônios ou alienígenas se infiltram em postos importantes de nossa sociedade para nos destruir, mas fatos, ou estaríamos verdaeiramente sob o controle de uma elite alienígena que morbidamente destrói lentamente nossa civilização e nosso futuro? Reflita!

Veja Mais:

O perigo dos trângenicos (video) https://www.youtube.com/watch?v=S7PWPHJAgCc

O que acontece com alimentos preparados em fornos transgênicos: http://www.blogblessolutions.com/2012/07/29/o-que-acontece-com-os-alimentos-usados-em-microondas/