segunda-feira, agosto 30, 2010

Registro de ovnis no espaço aéreo brasileiro

Ainda em conseqüência da publicação da portaria da Aeronúatica N°- 551/GC3, DE 9 DE AGOSTO DE 2010, o advogado Ricardo Alvarenga em entrevista para o programa Jornal da Justiça do STF.

terça-feira, agosto 24, 2010

Alguns textos do Atilio Coelho para você conhecer no portal da Revista UFO

Alguns textos do Atilio Coelho para você conhecer no portal da Revista UFO:

http://www.ufo.com.br/artigos/eles-nao-sao-homenzinhos-verdes

http://www.ufo.com.br/artigos/a-impressionante-casuistica-do-norte-do-rio-de-janeiro

http://www.ufo.com.br/artigos/nossos-vizinhos-intraterrenos

terça-feira, agosto 17, 2010

Brincadeira de Mau Gosto Envolvendo OVNIs

Vejam como são as coisas e o como se distorcem as coisas neste país.
Na semana passada a Aeronáutica faz publicar no Diário Oficial da União, portaria que indica os procedimentos a serem seguidos quando em ocorrências envolvendo OVNIs. A grande massa não deu a devida atenção e o crédito que o fato exigia, tão pouco notaram que ocorreu uma falha grave na forma como foi publicada, onde dois artigos foram omitidos de forma não usual, forma esta utilizada na época da Ditadura Militar chamada de “Decreto Secreto”, quando se aproveitando do estado de exceção , não havia qualquer importância em não publicar na íntegra uma lei, omitindo desta forma artigos de acordo com o interesse da autoridade que os publicava.
Causa estranheza que esta mesma parcela da população venha a fazer tamanho barulho diante de matéria nitidamente tendenciosa, apresentada por uma emissora de TV cuja imparcialidade historicamente não é seu forte.
Desta forma esta mesma parcela da população preferiu dar mais crédito a uma matéria de TV do que a uma publicação oficial das Forças Armadas, demonstrando assim, tremenda inversão de valores por que passa nossa sociedade.
Então como conseqüência, estes outros, aqueles que defendem a abertura dos arquivos é que ficaram tidos como mistificadores, como enganadores da população, quando se sabe que as coisas não são assim tão simples.
Que há diversos interesses em jogo, isso é sabido. Mas o que alguns tem a ganhar com a manutenção do ocultamento daquelas informações? Porque suas práticas se baseiam mais em destruir uma linha de trabalho que visa trazer a verdade ao publico, quando poderiam atuar forçando as autoridades a informar o que realmente sabem a respeito da questão UFO, já que sua premissa básica é a defesa de nosso território e população?
Como pesquisadores, sabemos que muito do que é divulgado, não é verdadeiro, e juntos atuamos para separar o joio do trigo com o passar do tempo, mas o meio ufológico sabe que igualmente muito do que ocorre não chega a população.
Então o que está errado? Se o que buscamos não existe, é mero engano, então a Aeronáutica fez parte deste “engano” ao publicar aquelas normas? Ou a rápida resposta da emissora em se deixar ser instrumento e tentar colocar panos quentes e buscar consertar um possível “erro” e tentar esconder o que já não pode ser ocultado?
Certamente isso não ficará assim, e a verdade virá, mais cedo ou mais tarde e doa a quem doer.
Atilio Coelho

terça-feira, agosto 10, 2010

Hoje é dia de festa para a Ufologia Brasileira

Meus Amigos,

Não poderíamos deixar de nos manifestarmos sobre este dia, o 10 de agosto de 2010, uma data que será memorável para o meio ufológico brasileiro e porque não mundial.
O Tenente-Brigadeiro do Ar Juniti Saito que responde pela pasta da Aeronáutica brasileira, faz publicar no Diário Oficial da União os procedimentos a serem adotados nos casos em que OVNIs estejam envolvidos.

Veja a íntegra da publicação:


Dou 10/08/2010 seção 1 p. 101.

____________ _________ _________
____________ _________ _____

PORTARIA No- 551/GC3, DE 9 DE AGOSTO DE 2010
Dispõe sobre o registro e o trâmite de assuntos relacionados a "objetos voadores não identificados" no âmbito do Comando da Aeronáutica.
O COMANDANTE DA AERONÁUTICA, de conformidade com o previsto no inciso XIV do art. 23 da Estrutura Regimental do Comando da Aeronáutica, aprovada pelo Decreto nº 6.834, de 30 de abril de 2009, e considerando o que consta do Processo nº 67000.001974/ 2010-61, resolve:
Art. 1º As atividades do Comando da Aeronáutica (COMAER) relativas ao assunto "objetos voadores não identificados" (OVNI) restringem-se ao registro de ocorrências e ao seu trâmite para o Arquivo Nacional.
Art. 2º O Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (COMDABRA), como órgão central do Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro (SISDABRA), é a organização do COMAER responsável por receber e catalogar os registros referentes a OVNI relatados, em formulário próprio, por usuários dos serviços de controle de tráfego aéreo e encaminhá-los regularmente ao CENDOC.
Art. 3º O Centro de Documentação e Histórico da Aeronáutica (CENDOC) é a organização do COMAER responsável por copiar, encadernar, arquivar cópias dos registros encaminhados pelo COMDABRA e enviar, periodicamente, os originais ao Arquivo Nacional.
Art. º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Art. 6º Revoga-se a Nota No C-002/MIN/ADM, de 13 de abril de 1978 e o Aviso No S-001/MIN, de 28 de fevereiro de 1989.

Ten.-Brig. do Ar JUNITI SAITO

Embora a publicação não esteja completa, note que os artigos 4º e 5º estranhamente não estão completos, o que nos faz pensar em duas possibilidades: erro gráfico ou omissão intencional. Portanto, teremos de aguardar uma republicação, que é usual em casos de incorreções em publicações oficiais.
De qualquer forma, mesmo com esta publicação "truncada" na melhor das hipóteses, a comunidade ufológica não pode deixar de festejar, porque significa o reconhecimento oficial da existência dos OVNIs.
Hoje, diversos colegas de serviço vieram me cumprimentar, porque reconheceram a importância de tal publicação.
Talvez agora a imprensa de um modo geral passe a encarar a questão UFO com outros olhos, com a seriedade que o assunto necessita.
É o momento de revistas como a Superinteressante se retratar, já que tradicionalmente faz chacota sobre o assunto e aqueles que pesquisam ou acreditam na existências dos UFOs.
Mas também daqueles que tanto fizeram inconscientemente ou de maneira intencional para impedir que a verdade sobre os OVNIs viessem a público.
Estes terão forçosamente que assumir nova postura até para se preservarem. Não faltarão agora aqueles que virão bater em nossas costas e dizer de maneira hipócrita que já sabiam disso.
Agora, com a poeira baixando, partimos para uma nova etapa, ampliando a divulgação sobre o assunto de maneira honesta e responsável, eliminando as mistificações em torno do assunto e colocar o público a par de todas as implicações que a questão Ufo ocasiona.

Atilio Coelho

domingo, agosto 08, 2010

Novas denúncias contra as novas vacinas

Meus amigos,

Diversas pessoas e diversas autoridades tem denúnciado os riscos e problemas que as novas vacinas podem causar a população.
Longe de querem por medo aos visitantes, nosso objetivo é trazer informação e propor uma reflexão sobre o assunto.
Veja o depoimento abaixo: idioma em inglês e legenda em espanhol.

Caso não consiga visualizar, utilize:
http://www.youtube.com/watch?v=B6Dn_MKBAx0&feature=uploademail

Mensagem ao amigo Luis Carlos

Luis que em seus comentários falou sobre avistamento de uma esfera vermelha na praia.
Por favor, entre em contato comigo pelo e-mail: atiliocoelho@yahoo.com.br
Obrigado

Novo pouso em Peruíbe?







Prezados amigos
A discussão do momento no meio ufológico é o suposto novo ninho no bairro de S.José em Peruíbe, litoral sul de S.Paulo.
Este seria o terceiro ninho e estranhamente no mesmo bairro, o que foge a tradição de locais de pouso.
Diversos pesquisadores tem se dirigido ao local para investigar as marcas e chegar a alguma conclusão.
O pesquisador Guilherme Raymundo foi o primeiro a avisar a comunidade sobre o fato, Paulo Anibal e equipe do Exo-X foram até lá, fizeram alguns registros e levantamentos preliminares.
Segundo relato do pesquisador Saga, que reside na região e que foi conferir o local onde se encontra o "ninho" no bairro de S.José em Peruíbe.
Saga teria estranhado os relatos desencontrados de moradores visinhos ao local. E o que mais lhe chamou a atenção foi a fala de um senhor carioca que está residindo no local, para fazer companhia a sua filha. Aquele senhor carioca deu a entender que o ninho foi construído, e que dias antes, o local foi visitado por pessoas ligadas a secretaria de turismo de Peruíbe.
Agora meu parecer, de alguém que não foi ao local, mas que tem acompanhado e enviando alguns questionamentos a respeito.
Estranho que tantos pousos tenham acontecido no mesmo bairro, o que não é comum, não há marcas de pouso, ou seja as famosas patas de aterrissagem da nave, possíveis vegetais chamuscados, alterações energéticas no ambiente, radiações. Chegue a sugerir a todos eles a possibilidade de ser resultado da ação de vento forte, e isso já está sendo considerado, na melhor das hipóteses.
A questão é que também temos de considerar os interesses políticos, a visita da reportagem da TV Record. Desde Varginha/MG, prefeitos tem visto com bons olhos estas supostas ocorrências ufológicas. Em Varginha, o prefeito quis transformar a cidade em pólo turístico. Chegou a produzir parte da cidade utilizando temas ufológicos. Construíram uma caixa d'água em forma de disco voador, e o grande tubo que leva a nave(caixa d'água) como se fosse um tubo de energia que "puxaria" pessoas. Os pontos de ônibus assumiram a forma de pequenas naves, as pessoas quem aguardava o ônibus ficava debaixo de um pequeno disco voador que a noite tinham seus seqüenciais de luz intermitentes. Alguns comerciantes chegaram a adotar a idéia, criando ambientes temáticos, com cadeiras na forma de grays, e outros locais vendendo suvenirs de et.s. Mas a idéia não foi para frente depois que comediantes do programa Casseta e Planeta da TV Globo foi a cidade e brincou com a população que acabou se sentindo humilhada, preferindo então optar por um porto seco como melhor de fonte de recursos para o município.
Houve outros prefeitos que também quiseram se aproveitar destes acontecimentos como forma de atrair recursos, preparando suas cidades para a vinda de turistas.
Mas isso não é novidade e nem uma característica dos brasileiros, na Inglaterra, fazendeiros que "encontram" sinais ou círculos em suas terras passam a cobrar entrada de acesso aos círculos, para faturarem em cima de turistas. Foi aí que surgiram alguns construtores de círculos como forma de ganhar dinheiro, tornando desta forma a vida dos ufólogos um pouco mais difícil em seu incansável trabalho de separar o que é autêntico ou não.
Atilio Coelho