terça-feira, dezembro 08, 2009

AINDA SOBRE ESTRANHAS REAÇÕES DE TESTEMUNHAS

AINDA SOBRE ESTRANHAS REAÇÕES DE TESTEMUNHAS


Eu iria falar um pouco sobre reações estranhas das testemunhas OVNI e acabei partindo para outra linha em minha manifestação anterior.
Uma das alegações oficiais dos governos em não divulgar a realidade dos UFOs é exatamente por causa da reação da população. Alegam que havieria esteria entre outras reações. Outros perguntam o porquê uma nave destas na baixa sobre a Casa Branca ou na Praça da Sé.
Mas qual seria realmente a reação das pessoas diante de um fato como este? Em minha experiência de fato vi pessoas terem reações de medo, mas são poucas, normalmente assumem outra reação, como a de surpresa e curiosidade. Vejam um exemplo:
Um dos casos mais interessantes foi exatamente quando ocorreu meu primeiro avistamento de uma nave, isto foi em uma noite de outubro de 1976, quando eu, minha irmã e uma amiga voltávamos de uma sessão de cinema, por volta das 22hs. Isso no bairro de Vila Ré, na capital paulista, e assim que viramos a esquina nos deparamos com uma nave pairando sobre a fábrica de bolos Seven Boys, hoje Panco.
Ela tinha o formato clássico, um sequencial multi-colorido por toda sua borda inferior e ainda foi possível observar uma cúpula apagada. De repente ela começou a se mover lentamente e em nossa direção isso a uns 300 metros de altura.
Não perdi tempo, pois ali na esquina há um boteco, algumas pessoas estavam lá, uns no balcão, outros jogando bilhar e então gritei para chamar-lhes a atenção, quando todos foram até a porta para constatar o fato.
O interessante é que quando a nave passou a nossa frente, praticamente todos retornaram para o interior do bar, como se nada de extraordinário tivesse acontecido, a não ser a passagem de um novo modelo da Ford (rss) ou um novo fusca naquela época.
Porque aquelas pessoas demonstraram tamanha indiferença diante daquele fato inusitado? Porque não se sentiram ameaçados? Ou teria ocorrido o mais improvável, teriam recebido alguma “ordem mental” que os fizesse retornar ao que faziam?
Não tomamos conhecimento de nenhuma testemunha na região, portanto podemos dizer que ninguém ou quase ninguém teria observado aquela estranha presença que levou longos minutos para desaparecer no horizonte. Mais ninguém teria visto? E isso numa metrópole tão populosa como São Paulo?
De fato são questões que permanecerão por muito tempo, até que possamos avançar mais a respeito das tantas questões que envolvem o fenômeno UFO.

Atilio Coelho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, quero conhecer sua opinião sobre o que está sendo exibido.