domingo, junho 01, 2008

OVNIS E DISCOS VOADORES


OVNIS E DISCOS VOADORES

Por Atílio Coelho


Por diversas vezes nos perguntam a respeito das tantas matérias sobre OVNIS que são vistos ou seus restos que são encontrados.
O termo OVNI – Objeto Voador Não Identificado – não faz necessariamente referência a uma nave alienígena como se costuma pensar.
Muitas vezes jornais e sites apresentam matérias utilizando o termos OVNI e UFO – termo em inglês - que querem dizer a mesma coisa, de forma a chamar a atenção do público, dando a muitos a falsa impressão de se tratar de alguma nave de outro planeta.
Tal termo é utilizado por controladores de vôo e por militares, como sendo qualquer objeto que se desloca no espaço aéreo, portanto pode ser uma pedra, asteróides, pedaço de algum objeto – satélites, aviões e foguetes – e até e porque não uma aeronave não registrada que podem ser civis, como aquelas utilizadas pelo tráfico de entorpecentes e contrabandos, também as militares, que eventualmente invadiriam o espaço aéreo de alguma outra nação, hoje em dia estão sendo desenvolvidos diversas naves de diversos tamanhos, alguns diminutas com a finalidade de espionar a nação inimiga, e finalmente naves de origem desconhecida, estas sim, naves que viriam de outros locais, de outros planetas, do interior da Terra, de outra dimensão ou época.
Recentemente a imprensa tem apresentado pelo menos uma notícia a cada semana, até por conta da curiosidade popular, no entanto, a grande maioria destas notícias não se refere às naves alienígenas, mas sim a bólidos, pedaços de satélites estacionários em nossa atmosfera, que com o passar do tempo se precipitam por nossos céus, e tais notícias serão cada vez mais comum dada a quantidade de satélites estacionários.
A pouco tempo as forças armadas norte americanas tiveram de utilizar um míssil para destruir um satélite desgovernado que continha material tóxico.
Outro bom exemplo foram aqueles objetos que caíram no Brasil, no estado de Goiás ( veja a foto acima), por exemplo. Tal material também era parte de um daqueles tantos artefatos.

FALSOS OVNIS

Também é comum circular pela Internet, nas listas e comunidades de discussão sobre Ufologia, fotos de prováveis naves alienígenas, mas que em sua grande maioria não passam de enganos, quando não são imagens forjadas por pessoas mau intencionadas, com o intuito de conseguirem alguma notoriedade entre amigos ou até tentarem denegrir aqueles que se dedicam a pesquisa ufológica.
São inúmeras as fotos de insetos que surgem de repente nas lentes das câmeras fotográficas, principalmente aquelas em que o fotógrafo não havia notado nenhum ovni no momento em que bateu a foto, mas estes surgem na imagem quando elas são reveladas. São como riscos, algo desfocado que surge na foto, mas na verdade, é algum inseto que passa inadvertidamente no momento que a foto está sendo produzida.
Muitas vezes, tais fotos são desclassificadas por pesquisadores que se especializam em análises de fotos ufológicas.
O mesmo também ocorre com aeronaves, quando estas passam no horizonte e são captadas pela câmera. Há também o caso de fotos noturnas, em que desavisados se enganam ao notar o aumento do brilho de faróis de aviões, principalmente quando estes vêm na direção do observador.
Também contamos com o problema da digitalização de imagens, pois são inúmeras as imagens que são preparadas por pessoas conhecedoras de programas de tratamento de imagens como o Photoshop.
No Youtube proliferam vídeos, curtas confeccionados em celulares e câmeras de vídeo, alguns desfocados outros muito nítidos, mas que não passam de brincadeiras, enganos como os já mencionados trechos de filmes comerciais como o famoso “Ufos no Haiti”.
Bem, nossa intenção era a de em curtas palavras dar um alerta sobre o que ocorre com as tantas imagens que estão circulando por aí, previna-se!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, quero conhecer sua opinião sobre o que está sendo exibido.