domingo, fevereiro 17, 2008

E o mar avança sobre nosso litoral








Meus amigos






E para que não digam que esse blog apenas se dedica a ufologia, apresentamos outro assunto, que é o avanço do mar em nosso litoral. Aliás, esta é a primeira de outras matérias sobre diversos lugares que visitamos, aguardem.



Comprovando antigas profecias e a sapiência de nossos antepassados que já nos alertavam que haveria o dia em que o mar retomaria seu lugar, talvez causado pelo aquecimento global, talvez pela inclinação do eixo do planeta segundo outros, a verdade é que nosso litoral está em franca mudança.



Segundo a fala de uma técnica do Instituto Oceanográfico de S. Paulo (USP), em programa na TV Assembléia (da Assembléia Legislativa de S.Paulo), 90% do litoral paulista já estava sendo afetado pelo que chamam técnicamente de "erosão marítima", quando eles confirmam a fala de nossos antepassados, a de que o mar realmente está reassumindo seu lugar em nosso litoral.



Sou testemunha de que diversas praias que conhecia, nos municípios de Santos e São Vicente, já não existirem mais.



Lembro também de uma reportagem de TV a respeito da praia dos Milionários em S. Vicente, onde o mar já batia em uma das paredes de um prédio residência, e a síndica informava que não sabiam o que fazer, pois boa parte do que os moradores possuiam estava naqueles apartamentos.



No estado do Paraná, praias da famosa Ilha do Mel, no litoral norte daquele estado também já estão sendo afetadas.



No litoral norte fluminense, mais precisamente no município de Rio das Ostras, principalmente no baixo de São João, diversas casas já foram destruídas.



No norteste, principalmente no Ceará, diversas praias desapareceram e casas estão sendo destruídas com o avanço gradual do mar.



Registramos para esta matéria a erosão do mar no município de Itanhaém, litoral sul do estado de S.Paulo, onde podemos observar os escombros de quiosques ((bares a beira mar)(ver fotos acima)) na avenida que beira o mar no centro daquela cidade. Confira!



Se você tiver qualquer foto que comprove este fenômeno, nos envie e teremos todo o prazer em publicá-las, pois o objetivo deste blog é a informação e a participação coletiva com seus leitores.



Forte Abraço






Garoto filma UFO em Caçapava do Sul/ RS

Link para assistir a matéria da TV Record sobre vídeo feito por um garoto residente no município de Caçapava do Sul, no estado do Rio Grande do Sul, as imagnes não são conclusivas, mas vale a pena conferir:

http://www.youtube.com/watch?v=hbK_OvD4GjM

Humanóides em Olavarría - Argentina

Meus amigos

Este é um caso ocorrido em 1994 na Argentina, e só agora está eclodindo.
A tradução da matéria trazida pelo pesquisador argentino Aguillera está aqui http://www.youtube.com/user/analisisovni/laura, mas o vídeo, já avisando, que apesar de sua importância, não nos permite uma boa visualização dos seres que aparecem no vídeo, por esta razão sempre deixo os links no blog, para que os utilizem a hora que desejarem, pois funciona como um arquivo de casos selecionados para quem desejar pesquisá-los.
Fraterno abraço.
Atilio Coelho

Humanoides em Olavarría

Tradução: Atilio Coelho

Olavarría-Pcia.de Buenos Aires-ArgentinaMadrugada de 29 de Abril de 1994
Autor das imágenes:
Mario Trevisán(f)

Relato e Fonte:
Transcrição do texto original publicado por Dante Rivera no boletim de edição N°13 Nov/2004, com circulação na cidade de Olavaria.OVNIS EM OLAVARRÍA
EXTRAORDINARIA FILMAGEM NAS PROXIMIDADES DA ESCOLA N°15

Já transcorreram 10 anos da extraordinária experiência que vivera o senhor Mario Trevisán em 24 de abril de 1994, durante uma madrugada que filmou um dos fatos mais transcendentes já ocorridos em nossa cidade e região, podendo afirmar, no conhecimento de tanta informação sobre o fenômeno ovni como a que conservo, que nesta experiência de Mario Trevisán , é quase a única no mundo por suas características. De minha parte, e na tarefa de relatar o sucedido a dureza ao leitor que posteriormente aos fatos que viverá, pude compenetrar-me dos mínimos detalhes e conseqüências do caso, já que Trevisán me brindou com seu trato e amizade, em longas conversas que tivemos sobre o tema, além de ter deixado em minhas mãos a difusão em nossa cidade de uma sintese de 20 minutos de filmagem, registrando os aspectos mais importantes; cópia que conservo e a tornei pública em várias reuniões realizadas na sala da Biblioteca “1° de Mayo”. Lamentávelmente, e por essas coisas que promove o destino de cada ser humano, Mario Trevisán, a testemunha direta desta experiência já não se encontra entre nós, em decorrência de um inesperado acidente que sofrera pucos anos depois.


OS FATOS:

Na ficha sob nome Trevisán demonstra próximos dos 40 anos, quando trabalhava como operador ténico no estúdio do então Canal Sibateco com oficinas em Vte. López y Bolivar, vivendo com sua família, esposa e dois filhos de 8 e 9 anos, em uma casa de campo, visinho com o conhecido Ex Almacén Pibuel esquina com a Av. Ituzaingó e o caminho que leva as lagoas Blanca Chica e Blanca Grande.

Em rotina de quase todos os dias, preparando material informativo para o dia seguinte, regressava a seu domicílio, próximo a 1h da madrugada em seu veículo no qual nunca faltava uma câmara de filmar. Ao estacionar no interior da residência, olha em direção ao campo que tem em frente, e em total escuridão da noite, já que ali não chega a iluminação da Av.Ituzaingó, umas “bolas de luz” de muita intensidade, de bom tamanho e não estáticas, mas com certa reverberação; estimando que se encontravam a uns 800 ou 1.000 metros, bem em frente de sua residência.
Imediatamente começa a filmar, cruza a rua e adentra no campo com sua câmara ao ombro e avançando na direção das luzes; embora dissesse que não estava próximo a elas, mas mantinham sempre a mesma distância. Transitando o campo, já havia ultrapassado a escola nº 15, localizada sobre um caminho próximo, quando adverte que residência mais próxima pertence a Família Gulloto, (indicada sobre o que sería a Av.Alberdi já na cidade e conhecidas plantações de verdurasa muitos anos) estava acesa a luz de um alpendre aberto na entrada da residência e que apresentava a mesma anomalia que havia observado em sua casa nas luzes exteriores, com lâmpadas de 40 e 60watts que emitiam uma maior luminosidade que a normal e com aureolas de distinta tonalidade. Vendo isto, decide sair do campo e cruzar o caminho para adentrar outro campo vizinho no qual a poucos metros está localizada a linha de alta tensão que leva energia elétrica até as lagoas mencionadas.
Ao cruzar por debaixo delas, comprova outro fenômeno, o rede de cabos emitiam um forte zumbido como se por eles fluísse um maior potencial de energia elétrica; era o que podia supor. Novamente caminha na direção da residência mencionada localizada a uns 80 ou 100 metros da mesma onde filmara os detalhes mais importantes, não aproximando-se por causa de vários cães bravos que estavam completamente alterados e se moviam gritando ao redor da casa. Outro detalhe que se pode escutar nitidamente (no vídeo) é o mugir de vacas nos arredores, e bois com seus gritos clássicos que evidenciavam um al estar em toda a região naquelas horas de descanso. Porém Mario havia observado desde onde se encontrava, que na parede do alpendre de entrada, de pouca altura, havia algo parecido com uma caixa de um televisor, (que posteriormente darei minha opinião sobre o que se tratava e a função que cumpria). Nos momentos de estar vivendo os detalhes descritos, começa a observar o mais importante de toda essa noite, e que foi o passo de uma série de corpos humanos e altos, passando em frente a câmara, em grupo de dois e três seres, caminhando de forma pausada e pela rua que dá acesso a residência; atrás, como tela de fundo a lâmpada do alpendre a uns dez metros que o permitia observar os passos destes seres. Durante um minuto ou dois, conta-se 19 corpos ou seres da cintura para cima, estimando-se que possuíam pelo menos 2 metros de altura. Ao filmar essas assombrosas seqüências, decide regressar a sua casa e nela desperta sua senhora, para constatar o que estava ocorrendo lá fora. Agora se tratava de movediças “bolas de luz”, de distintas tonalidades que apareciam e desapareciam continuamente até que duas formas humanas chamaram a atenção do casal atônito. Notaram que se tratavam também de um casal, quase imperceptíveis, que não permitem assegurar no filme que esta visão de Mario fora tal qual o sustenta sua mulher. Perceberam ainda um maior número de detalhes a enumerar esta experiência, posto que esteve filmando quase até o amanhecer.

CROQUIS DA REGIÃO
Durante o dia, revelou o sucedido no informativo do canal, informando a opinião pública; posteriormente me visita para convidar-me a ver o filme e ter minha opinião respeito ao que havia vivido, já que para ele não havia explicação ante a envergadura da experiência, considerando que ignorava quase totalmente sobre o “fenômeno ovni”. De todo o registrado em sua câmara, efetuou uma síntese de uns 20 minutos mostrando o mais importante. Mantive contato permanente com ele por vários meses, já que teria sido afetado animicamente e com perturbações na visão, principalmente quando assistia televisão, ou nas paredes; situações que lhe causavam transtornos.
Estas anomalias foram desaparecendo com o tempo, porém ao tomar conhecimento através de numerosos bate papos que tivemos e pela história deste himem que testemunha de uma experiência com poucas no mundo, teve um desfecho inesperado, uns 4 anos depois, em decorrência de um acidente incrível por suas características e no lugar de seus pares precisamente. Preocupado com as intensas chuvas, em relação a pingos d’água que poderiam afetar equipamentos elétricos o teto estava coberto de água que não circulava. Decide subir no teto tentando solucionar o problema e saber a causa, cai e bate a cabeça e dali volta a cair em um quintal pavimentado , segundo relato de sua esposa, que testemunhou o ocorrido. Como conseqüência, foram 11 dias em estado de coma, para finalmente falecer. Um inesperado final para a testemunha mais importante, quem sabe da história de todo o ocorrido em nossa cidade e região.
Tenho em meu poder 20 minutos de filmagem, uma cópia resumida portanto, contendo os detalhes mais importantes feitos de Mario Trevisán para Dante Rivera, em quem confiou para transmitir sua experiência, que desde o primeiro momento, se negou a dar-lhe publicidade a nível nacional porque não queria assumir os transtornos que sempre geram. E nesse aspecto sempre respeitei sua decisão apesar da importância indiscutível que encerra toda a experiência vivida por Mario Trevisán.MINHA OPINIÃO E CONCLUSÃO:

Não tenho dúvida que naquele local havia uma nave em operação, mas que para Mario Trevisán não era visível; sugando energia elétrica da linha de alta tensão, causa das anomalias registradas na iluminação das residências. Um número expressivo de 19 seres, estiveram movendo-se na região cumprindo alguma tarefa que não é possível precisar. A caixa observada no pórtico da residência da família Gulloto, teve por objetivo, impedir mobilidade a seus moradores; o senhor Gulloto, em declaração pessoal disse posteriormente que percebeu o latido dos cães, porém não quis levantar-se para averiguar a causa. Trevisán foi afetado por um certo tempo, por ter transitado a zona de operações da nave, e ter recebido influências energéticas que afetaram seu sistema nervoso.D.R.R.



No vídeo, a fração de maior interesse se encontra a partir de 00:03:01

http://www.youtube.com/user/analisisovni/laura

OBSERVAR:

. As mudanças de velocidade da câmara. As diferentes relações destas mudanças são em decorrência dos deslocamentos dos "humanóides" (ó "Los Carlitos").
. A caminhada natural do autor com câmara em punho e sua relação com a alta velocidade de "Los Carlitos".
. A casa de fundo nos dá uma imagem que ilumina por aproximadamente 2,30 mts.de altura por 2,50 mts.de lado para o percurso de aprox.25 seres em 40".
. Recomendo a observação completa a fim de contextualizar a historia, incluindo "o áudio".