quinta-feira, janeiro 24, 2008

'Ovnis' no Texas seríam aviões do exército



12:00 AM CST on Thursday, January 24, 2008


Por JEFFREY WEISS
Tradução: Atilio Coelho

Em uma declaração que gerou mjais perguntas que respostas, o exército afirmou que na terça feira seus aviões sobrevoaram os céus de Stephenville a noite, e que vários moradores disseram ter visto luzes inusitadas.

COURTNEY PERRY/DMNJames Huse, de Stephenville, descreve os objetos que viu no céu durante a noite de 08 de janeiro.
O exército disse anteriormente que nenhum de seus aviões havia sobrevoado a área ao sul de de Fort Worth, porque as testemunhas disseram que as luzes eram como objetos voadores não identificados ou ovnis.
A resposta do exército não teve os efeitos mitigantes esperados. Agora algumas testemunhas e aficcionados por ovnis suspeitam de um possível encobrimento governamental.
Dezenas de testemunhas reportaram que viram estranhas luzes no céu próximo de Stephenville pouco depois do entardecer de m8 de janeiro. Uma delas disse que as luzes eram perseguidas por avisões militares. Os funcionários militares negaram repetidamente que tiveram naves voando naquela área a noite.
Porém esta postura mudou na quarta feira com um breve comunicado a imprensa:

"O porta voz do Comando da Reserva da Força Aérea se deu conta de um erro cometido sobre a informação fornecida das atividades de treinamento de aviões militares. Dez caças F-16 do Esquadrão 457 realizaram operações de treinamento das 06 as 08 p.m. de janeiro de 2008, na região chamada de Área de Operações Militares Brownwood, que inclui o espaço aéreo sobre o condado Erath".
Karl Lewis, portavoz da Asa de Combate 301 da Base Aérea Naval de Reserva Conjunta de Fort Worth, disse que teve um "problema de comunicação interna" na emissão do primeiro comunicado que negava a presença de aviões na região.
Porém a pergunta que se faz é o que estariam fazendo esses F-16 que eram vistos como esferas resplandescentes, que ficou sem resposta e Lewis disse que não podia dar detalhes.
"O que fazemo aqui são procedimentos operacionais que não podem ser comentados, por razão de segurança da missão", disse.
Uma tática de combate de rotina com os F-16 tem que emitir artefatos quentes com o objetivo de confundir aos mísseis buscadores de calor. Multiplas fogos de artifício podem serlançados simultânamente e formar um padrão de luzes brilhantes no céu.
Porém tal atividade não coincide com outros aspectos das descrições das luzes de Stephenville. As testemunhas geralmente descrevem que viram algo silencioso, supostamente em velocidades variáveis e que passava sobre as áreas povoadas. Isso não coincide com a emissão de sinalisadores, disse Jay Miller, consultor de aviação e historiador de Fort Worth.
É importante mencionar que qualquer nave que lança um sinalizador também trata de se afastar desse ponto o quanto antes.
"O avião estaria com seus dispositivos de combustão", disse, e isso faz muito ruído. Porém os jatos não seriam os únicos ruídos associados com os sinalizadores.
"As luzes incendiarias não queimam em silêncio. Queimam fazendo muito ruído", disse.
Eles são extremamento quentes e perigosos, e é muito pouco provável que qualquer exercício de treinamente faça uso de sinalizadores sobre zonas povoadas, disse Miller.
O comunicado a imprensa de quarta feira enfatizou as luzes dias depois que mais de 500 pessoas assistram a uma reunião realizada para testemunhas. A reunião no fim de semana foi organizada pela Mutual UFO Network, (Mufon) que escutou mais de 200 reporteres, apesar que muitos não foram sobre os recentes acontecimentos.
A admissão do exército de que teria seus aviões voando na área, reforça a credibilidade de alguns reporteres, disse Ken Cherry, diretora da Mufon no Texas. Despois de tudo, algumas testemunhas disseram que viram aviões militares junto as luzes.
"Temos testemunhas que dizem que distinguiram claramente entre um F-16 e algunas naves que se moviam de uma forma que não é normal em um avião de combate", disse.
Steve Allen, piloto, foi um dos três homens que primeiro informou ao jornal local sobre estes supostos ovnis. O comunicado do exército não contesta nenhuma de suas perguntas disse.
Brownwood não esta suficientemente próxima a Stephenville para explicar o que vio, disse Allen. E os pilotos devem realizar exercícios de treinamento a uma altitude considerável, disse. O que ele viu foi próximo ao solo.
Disse que ele e alguns amigos viram primeiro uma fileira de esferas muito brilhantes e que em silêncio mudaram de formação antes de desaparecer. Alguns minutos mais tarde, viram duas ou mais esferas com aviões em plena perseguição.
"Estavam próximo do sólo e com o acelerador ao máximo", disse.
Como não teve problemas para escutar o rugido dos aviões uando apareceram, não escutou nada de sinalisadores, disse.
"Se fala de muitas coisas", disse sobre o comunicado a imprensa na quarta feira. "Que nos digam a verdade".

Weiss escribe para The Dallas Morning News.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, quero conhecer sua opinião sobre o que está sendo exibido.